Quantos materiais de merchandising o Digital Signage pode substituir?

10/05/2024

Você já se perguntou quantos materiais de merchandising o Digital Signage pode efetivamente substituir? 

No varejo moderno, também conhecido como varejo 4.0, a eficiência e a inovação são chaves para capturar a atenção e o interesse dos consumidores. E o Digital Signage, uma das ferramentas mais dinâmicas e versáteis disponíveis hoje, está revolucionando o merchandising tradicional. 

Neste artigo, exploramos o impacto transformador do Digital Signage em pontos de venda, detalhando como essa tecnologia não só substitui materiais tradicionais, mas também oferece amplas possibilidades para inovação e interação. 

Descubra como essa tecnologia pode ser um verdadeiro divisor de águas para o seu negócio, proporcionando redução de custos, além de um aumento significativo no engajamento dos clientes.

Aliás, como está o seu Visual Merchandising hoje?

O papel de cada material de merchandising

Primeiramente, vamos relembrar cada um dos principais materiais de merchandising que, frequentemente, são utilizados em lojas e supermercados, entre outros estabelecimentos varejistas.

Banners e cartazes

Banners e cartazes são alguns do materiais de merchandising que o digital signage pode substituir

Banners e cartazes promocionais são ferramentas essenciais no marketing e na publicidade, utilizados amplamente para comunicar mensagens, promover produtos, eventos ou serviços, e aumentar o reconhecimento de marcas. 

Esses materiais são tipicamente colocados em locais de alta visibilidade para capturar a atenção do público-alvo. É inegável que esses materiais de merchandising ainda impactam os consumidores, cujas funcionalidades abrangem:

  • Atração visual;
  • Comunicação de ofertas;
  • Direcionamento de tráfego, entre outros.

Eles também são versáteis, os quais podem ser utilizados em uma variedade de contextos, desde lojas de varejo até grandes conferências ou eventos (embora concordemos que não sejam a melhor opção).

Displays promocionais

displays promocionas também podem ser subtítuidos por digital signage

Os displays também são ferramentas visuais versáteis usadas em ambientes de varejo para destacar produtos e ofertas. Aqui estão alguns exemplos comuns, suas características e aplicações:

  • Displays de balcão: pequenos stands ou unidades de exibição colocados sobre balcões ou caixas. São comumente utilizados para promover produtos de impulso ou pequenos itens em promoção. Feitos de papelão ou plástico, são fáceis de mover e trocar conforme as promoções se alternam. 
  • Displays de chão: estruturas maiores, como gôndolas ou stands independentes, que podem ser posicionadas em pontos estratégicos do ponto de venda. São utilizados para promover uma variedade de produtos, desde alimentos até eletrônicos, oferecendo visibilidade. 
  • Móbiles: pendurados no teto ou em outras estruturas elevadas, esses banners são outro formato utilizado para chamar a atenção do público. 
  • Displays endcap: localizados no final de corredores em supermercados e grandes lojas de varejo, esses displays são projetados para capitalizar o tráfego de passagem, destacando produtos em promoção ou lançamentos de novos itens. Esse tipo de display pode ser encontrado em metal, madeira, papelão, plástico e acrílico.

Menu boards tradicionais

menus boards são materiais de merchandising usados principalmente em restaurantes

Uma curiosidade sobre a etimologia: a palavra “menu” originou-se do francês “menu de repas”, que significa “lista de refeições”, um termo que começou a ser usado no século XVIII. 

A parte “menu” é derivada do francês antigo “menut”, que significa “pequeno, detalhado”, uma diminuição de “men” que significa “pequeno”, que vem do latim “minutus”.

Board“, por sua vez, vem do inglês antigo “bord”, que significava inicialmente “tábua” ou “placa de madeira”. Com o tempo, a palavra evoluiu para incluir significados relacionados a tabelas e listagens, como as usadas para exibir informações.

Combinados, “menu board” refere-se literalmente a uma placa ou quadro que lista um menu, que é a seleção de itens de comida disponíveis em um estabelecimento. A etimologia reflete a função do menu board como um dispositivo para apresentar informações de maneira clara e organizada.

Portanto, os tradicionais menu boards são painéis fixos usados principalmente em restaurantes, cafeterias e outros estabelecimentos de serviço alimentício para exibir itens de menu, preços e outras informações relevantes para os clientes. Mas…

— Não há nada tão bom que não possa melhorar!

Descubra o poder do Storytelling com o Digital Signage.

Além da comunicação visual, o que esses materiais de merchandising têm em comum?

Indo direto ao ponto, todos os materiais de merchandising mencionados, entre outros, podem ser substituídos por uma única tecnologia, capaz de proporcionar agilidade e praticidade, além de alta definição em imagem.

O Digital Signage é a solução ideal para modernizar e centralizar a comunicação visual em ambientes comerciais! Esta tecnologia não apenas substitui eficientemente banners, cartazes, placas, e outros materiais estáticos, mas também oferece uma série de vantagens adicionais. 

  • Com o uso de telas digitais, é possível atualizar conteúdos em tempo real, adaptar mensagens rapidamente de acordo com o público-alvo ou eventos específicos, e até mesmo interagir de maneira mais dinâmica com os clientes. 
  • A capacidade de integrar vídeos, animações e interatividade transforma a experiência de compra, tornando-a mais envolvente e memorável. 
  • Além disso, o Digital Signage contribui para a sustentabilidade, reduzindo a necessidade de materiais impressos e o desperdício associado a campanhas promocionais de curta duração.

Em suma, o Digital Signage eleva o conceito de comunicação e marketing visual, oferecendo ferramentas poderosas para captar e manter a atenção dos consumidores de maneira eficaz, econômica e sustentável.

Quer saber mais? Clique no banner abaixo!

Clientes